Orientações para Crianças e Bebês

Preparo Para Exames “Instruções Gerais Para Coleta de Crianças e Bebês”:

EXAMES DE SANGUE

O Laboratório São Carlos procura coletar o volume mínimo necessário para a realização de exames de sangue, utilizando microtécnicas. O volume final depende do número e tipo de exames solicitados pelo médico. Crianças pequenas geralmente são dispensadas de jejum, devendo-se procurar a coletar a amostra antes da próxima mamada. Se possível, deve-se observar jejum de 8 horas, pelo menos, e coletar a amostra pela manhã. Em qualquer caso, o laboratório deve ser notificado sobre as condições em que se deu a coleta.

MATERIAL: URINA PARA EXAME DE ROTINA
Crianças que usam fralda
Recipiente: coletor de urina infantil
A coleta ideal é a realizada no laboratório. Dar um pouco de líquido para a criança, cerca de duas horas antes, para facilitar a coleta.

MATERIAL: URINA PARA UROCULTURA E GRAM DE GOTA
Crianças que usam fralda
Recipiente: coletor de urina infantil estéril
A coleta ideal é a realizada no laboratório após antissepsia (limpeza) do local. Dar um pouco de líquido para a criança, cerca de duas horas antes, para facilitar a coleta.

EXAMES DE FEZES

Exame parasitológico comum
Recipiente: frasco plástico comum
– Se a criança não estiver apresentando diarréia, a amostra pode ser coletada em qualquer horário e conservada em geladeira até a sua entrega ao laboratório.
– Retirar uma amostra da fralda imediatamente após a evacuação. Usando uma pazinha, coletar uma porção de fezes, do tamanho de uma noz, e colocar no frasco próprio.
– Identificar o frasco com o nome completo da criança e a data.

Exame parasitológico com conservante (“MIF”)
Recipiente: frasco plástico com conservante
– Quando o médico solicitar o MIF, o paciente deve receber um frasco para cada amostra solicitada.
– A amostra pode ser coletada em qualquer horário e conservada em temperatura ambiente por até 5 dias.
– Retirar uma amostra da fralda imediatamente após a evacuação. Usando uma pazinha, coletar uma porção das fezes, do tamanho de uma noz, e colocar no frasco próprio (aproximadamente uma parte de fezes e quatro partes de conservante).
– Fechar bem o frasco e agitar de modo a dissolver as fezes completamente.
– Identificar o frasco com o nome completo da criança e a data.

TESTE DO PEZINHO

O teste do pezinho geralmente é coletado após 48 horas de vida para permitir que o bebê tenha mamado bastante. Geralmente, orienta-se para coleta no 5º dia após o nascimento. Contudo, ela pode ser feita no primeiro mês, sabendo-se que quanto maior a demora, maior o risco de danos ao bebê.
O teste do pezinho é feito no laboratório ou em domicílio, através de uma picadinha no pé do bebê para obtenção de sangue “capilar”. Pode ser necessária uma segunda picada, caso não se obtenha bom volume de sangue com a primeira. Não é preciso que o bebê fique em jejum.

Laboratório São Carlos Ltda – http://www.labsaocarlos.com.br – Rua Alexandre Bernardes Primo, 1106
Lagoa da Prata/MG – (37)3261-1698